quinta-feira, 1 de julho de 2010

O poder dos oleos secantes

Existe no mercado uma série de óleos secantes indicados para proporcionar efeitos especiais nas pinturas a óleo.
Os óleos secantes são de origem vegetal, obtidos de sementes de plantas e têm característica peculiar: secam não por
evaporação mas por oxidação, formando um filme (ou película) resistente, irreversível e transparente.

Quanndo utilizar os óleos secantes?
- São utilizados na fabricação de tintas a óleo;
- Como médiuns, isto é, quando adicionados às tintas a óleo;
- Agem como diluentes, proporcionando mais fluidez às tintas;
- Proporcionam maior "oleosidade" às tintas utilizadas nas últimas camadas da pintura;
- Podem modificar o tempo de secagem das tintas;
- Possibilitam a criação de efeitos especiais de pinturas.

Os tipos de óleos secantes, seus usos e efeitos

Óleo de linhaça - É um óleo obtido das sementes do linho. Tem cor caramelo claro, com pouca acidez. É o mais conhecido, sendo utilizado desde a antiguidade na fabricação e preparo das tintas a óleo.
Os diversos processos de obtenção do óleo de linhaça é que determinam a qualidade, o tipo, o grau de rapidez no processo de secagem, como também a intensidade do amarelecimento com o passar do tempo.
Por isto, é importante escolher bem o óleo, de acordo com a procedência e a qualidade, para não correr o risco de ter as cores das pinturas alteradas pelo amarelecimento.
É utilizado para diluir a tinta quando está muito espessa. É um ótimo secante, levando de dois a três dias para secar.

Óleo de Linhaça Polimerizado - O óleo obtido do linho sofre um processo de polimerização à alta temperatura, com a finalidade de tornar seu filme mais flexível, de diminuir o grau de amarelecimento e de alterar a sua consistência.
O óleo polimerizado tem a viscosidade de mel, com a cor suave e clara, levando de cinco a seis dias para secar. É ideal para se conseguir uma fusão perfeita entre as cores e cria uma superfície muito lisa, vítrea e brilhante, onde não aparecem as marcas das pinceladas, um verdadeiro efeito de Glaze.

Óleo de Cártamo (Açafrão) - É um óleo muito claro, incolor e límpido. É o mais moderno dos óleos utilizados em pintura artística. Não amarelece com o tempo, sendo portanto ideal na pintura com cores azuis e brancas.
O óleo de cártamo é o único que pode ser utilizado em grande quantidade, misturado à tinta para se criar o efeito aquarelado. A fusão das cores pode ser conseguida com a adição do óleo de cártamo puro na pintura.

Óleo de Nozes - Este óleo de cor amarelo claro, muito transparente, tem um cheiro muito agradável. Não amarelece com o tempo, podendo portanto, ser utilizado com as cores azuis e brancas.
É indicado para se pintar nas últimas camadas da pintura, pois seu filme não é tão flexível e é mais frágil que os outros óleos.
Deve ser usado em pouca quantidade para se aumentar o brilho das cores.
Pela sua leveza e fluidez é ideal para a pintura de detalhes e miniaturas, com o auxílio de pincéis de pêlo de marta.

Óleo de Papoula - É obtido da prensagem a frio das sementes de papoula.
Não amarelece com o tempo e deve ser usado em pequena quantidade.
É utilizado como retardador de secagem e é ideal para a técnica "alla prima", em que se pinta um quadro em uma só seção.

Nenhum comentário: